Superstorm Entrevista: Alison Paese

Superstorm Entrevista: Alison Paese

Pessoal, o Superstorm Entrevista de hoje é com um cara Fora de Série! Apresento a vocês: Alison Paese.

Uma entrevista super bacana, onde você vai conhecer um pouco mais sobre o Alison e também sobre seus projetos. Confira o que ele diz para você que está começando sua jornada no empreendedorismo.

Conheça mais sobre o Foras de Série:

O Foras de Série é um meio de transformação. Estamos aqui para provar que pessoas boas existem. Lutamos por um mundo melhor, faça chuva ou faça sol. Todo dia!

Acesse, você irá encontrar episódios que vão te inspirar: http://www.forasdeserie.com/

Agora vamos a entrevista (está imperdível!):

1- Alison, todos sabemos que o Foras de Série é um sucesso. Inclusive serve de muita inspiração para muita gente. Como foi o inicio desse projeto?
Foi uma junção de fatores.
Eu estava querendo mudar de carreira, construir algo na internet que me desce mais liberdade para trabalhar, conhecer mais pessoas e ter algum projeto que entregasse algo para as pessoas.
Além disso, estava cansado de ouvir pessoas dando desculpas para não conduzirem as suas vidas, eu queria, de uma vez por todas, mostrar que cada pessoa é responsável pelo seu próprio futuro.
Foi se configurando então na minha cabeça uma série de bate-papos com pessoas que tem um comportamento transformador e que pudessem inspirar outras a agir também.
Claro que em todo esse processo tive ajuda fundamental de muitas pessoas, até hoje tenho.
Até que fizemos um piloto e quando vi o resultado final na tela falei: É ISSO!
De lá pra cá o projeto só cresceu e passou a ser a minha vida.

2- O Foras de Série prova em seus vídeos que pessoas boas existem . Qual é a sensação de entrevistar tanta gente boa e de diversos segmentos, desde esportistas a grandes empresários?
Eu sempre acreditei que haviam pessoas boas no mundo, mas a partir do momento que criei o FS, vi que há muito mais do que eu podia contar.
E estamos em um momento crucial, onde quem é bom ter que ser ousado e aparecer na multidão. Me sinto muito feliz por acelerar esse processo apresentando essas pessoas no FS.
Uma das melhores sensações que se tem na vida, é quando juntamos pessoas boas com sonhos grandes. Você fica encorajado para vencer qualquer medo, e é isso que sinto cada vez que falo com um deles.

3- Você também é co-fundador do StartSe, uma plataforma que conecta os empreendedores com os investidores. Conte como funciona o StartSe?
Eu adoro o ecossistema empreendedor, quero sempre estar junto e ajudando.
Comecei a pensar em como ajudar na formação desse meio e percebi que networking era um dos principais desafios.
Então, a vida me levou a conhecer o Júnior Borneli e João Evaristo, dois jovens empreendedores do interior de Minas que tinham um projeto de plataforma de relacionamento para todos os players do ecossistema. Era o StartSe.
Na hora eu topei e colocamos de pé o projeto que é um sucesso absoluto hoje. Virou até portal de conteúdo.
Ele está se consolidando como o hubby de conteúdo, contatos e negócios do mercado de startups. Quem é desse mundo não pode ficar fora.

4- Qual a dica que você dá aos empreendedores que estão iniciando a sua jornada no mercado?
Eu não sou um cara de dar dicas, porque entendo que tem muitas variáveis nesse processo.
Mas existem três atitudes que eu não vejo como seguir sem:
1- Seja você mesmo sempre. Não mude por ninguém e nem nada. Autenticidade é um dos valores mais procurados para fazer negócio hoje em dia.
2 Tenha coragem infinita, não tenha medo de sonhar grande e lutar pelo que você acredita.
3- Continue sempre conhecendo muitas pessoas, algumas vão te ajudar e outras não, mas esse processo não pode parar.

5- Antes do StartSe e do Foras de Série, como era sua vida profissional?
Eu era sócio-executivo da XP Investimentos Corretora.
Foram 7 anos com um propósito muito bacana: ajudar o brasileiro a investir melhor.
Passei por várias áreas mas a que mais fiquei e gostei foi a de relacionamento com a rede de afiliados, ou seja, apoiar empreendedores no desenvolvimento dos seus negócios.
Considero, juntamente com educação, o mercado financeiro uma das maiores oportunidades para empreender no Brasil e tenho orgulho de ter participado desse movimento junto com a XP.
Tive que seguir outro rumo, mas fiquei com muitos amigos e colegas lá, os quais acompanho de longe.

6- Hoje particularmente, eu considero você, um fora de série. Você também ouve das pessoas ou recebe mensagens que o seu projeto está fazendo a diferença na vida delas?
Sim. A cada dia recebo mais feedbacks desse tipo.
E esse é o maior combustível que eu poderia receber. Começamos mudando a vida de uma pessoa, depois duas, três, quatro e assim por diante. Logo serão milhares.
Essa é a prova que o caminho está certo.

7- Como você seleciona os foras de série que irá entrevistar?
Eu procuro pessoas que tenham coisas boas para falar, não me interessa se é rico ou pobre, famoso ou anônimo, CEO ou porteiro. Pessoas que tenham um comportamento transformador, seja na sua casa, seu bairro, sua empresa ou cidade. Mas que estejam fazendo algo para melhorar.
Hoje em dia a maior parte das pessoas chega até mim por indicações, sinal que todos estão entendendo o que é ser um fora de série.

8- A maioria dos leitores do Superstorm são empreendedores ou tem o interesse em abrir um negócio. Diga a eles porque não devem desistir na primeira adversidade?
Porque na minha opinião adversidades são um ponto de vista.
Da mesma forma que algumas pessoas veem como um muro intransponível, outras vem como uma oportunidade de ficar mais forte e preparado.
A escolha é só uma, como você quer se comportar.

9- Quais filmes e livros você indica para o jovens que querem seguir o caminho do empreendedorismo?
Na leitura eu aprendo muito lendo biografias, e uma que indico fortemente é do Arnold Schwarzenegger. Ele é de fato um dos maiores empreendedores que já ouvi falar e em meios totalmente antagônicos: esporte, entretenimento e política.

Eu acredito que a qualidade número 1 de um empreendedor é a coragem. Ela que carrega todo o restante, portanto filmes que destaquem isso são meus preferidos.
E super-heróis são, nada mais, que pessoas com muita coragem. Portanto acho que vale a pena aproveitar essa tendência atual por filmes do gênero e ficar ligado nas obras da Marvel e DC Comics.

10- O que faz uma pessoa sair do comum para ser um fora de série?
Você precisa querer melhorar o mundo e agir para isso.
Independente do formato ou escala das suas ações, pode ser algo global, apenas na sua casa ou até para você mesmo. O que importa é o comportamento.
Agindo assim você irá transformar e inspirar, e isso é fora de série.

Não perca tempo e compartilhe essa entrevista com seus amigos, eles vão adorar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.