Enfim estamos começando mais um ano. Na minha opinião, este é o momento ideal para revisar tudo o que fizemos no ciclo que se encerrou e para iniciar o planejamento para o ano que vem pela frente. Esta é uma prática muito comum para as realizações pessoais, mas também de extrema importância no mundo corporativo. Para tentar lhe ajudar nesta tarefa de se planejar, resumi neste artigo o que acredito que será tendência no Mercado Digital em 2015.

De forma geral, vejo que mesmo com todas as previsões negativas sobre nossa economia, o mundo digital continuará crescendo a passos largos. Também penso que será um ano importante para rever custos e aumentar as margens de lucro. O crescimento a qualquer custo terá menos adeptos. Será um ano sem Copa do Mundo, mas com aproximadamente onze feriadões. Vejo um cenário positivo para o mercado de turismo online, principalmente para viagens nacionais, dada a alta do dólar.

Continuaremos vendo o crescimento do “mobile” em ritmo acelerado e cada vez mais a inclusão da palavra omnichannel na estratégia das empresas. Acredito que em 2015 teremos um grande avanço em relação à experiência do usuário “multi-device”. Se você ainda não tem um site mobile, deve começar a se preocupar, porque até 2018 a expectativa é de que o investimento em mídia mobile seja aproximadamente 59% do investimento total das mídias digitais no Brasil.

Em 2015 olharemos muito mais para o “life time value”. A satisfação do cliente estará em primeiro lugar, com o objetivo real de fidelização. Isso porque a cada dia que passa está mais caro adquirir um novo cliente. Este será um grande diferencial na estratégia das empresas. O monitoramento e as ações nas redes sociais serão intensificados, assim como os sistemas de sugestões de ofertas dentro dos sites e via e-mail marketing. Tudo deverá ficar ainda mais segmentado com as preferências do cliente.

O mercado estará mais comparador. A busca pelo menor preço e as melhores condições devem direcionar as compras e, com isso, é esperado um crescimento relevante no volume de buscas nos sites de pesquisa. Haverá maior competição entre as empresas em Links Patrocinados e em SEO, portanto a sua estratégia precisa estar bem “azeitada” para obter destaque e rentabilidade.

A procura por marcas também poderá sofrer neste cenário de decisão por preço. Os clientes terão menos fidelidade e será necessário um esforço maior para otimizar as taxas de conversão e reter os clientes. As estratégias de Retargeting e as campanhas de marca devem receber uma fatia considerável de investimento.

De fato acredito que 2015 será um ano próspero para o Mercado Digital, mas mesmo assim, será um ano onde haverá menos espaço para estratégias e investimentos ineficientes. Não fique parado! Camarão que dorme a onda leva.

Write A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.