O sucesso no marketing para startups

O sucesso no marketing para startups

Uma startup geralmente ainda está na fase de construção do seu modelo de negócios. Por isso existem vários setores da empresa que ainda estão sendo estruturados, inclusive o de marketing. Mas uma coisa que muitos novos empreendedores não entendem é que o marketing para startups é tão essencial quanto para qualquer empresa bem estabelecida – ou talvez seja até mais, já que as startups são novas no mercado, e precisam divulgar seu produto e seu diferencial.

Esse sucesso depende de um bom entendimento dos canais de aquisição de clientes. Por exemplo: é preciso ter em mente que uma startup B2B vai utilizar canais diferentes para alcançar e conquistar clientes, se comparada a uma startup B2C. O segmento de trabalho também influencia estes canais, e o CMO precisa saber como agir de forma rápida e eficiente para aproveitar possíveis oportunidades. Nesse post você vai conhecer alguns conceitos importantes de marketing para startups, e entender como dar os primeiros passos para divulgar o seu novo negócio.

Traction – A Startup Guide to Getting Customers

Para qualquer CMO, fundador, ou colaborador de uma startup, o livro “Traction” é um bom recurso para identificar maneiras de adquirir clientes. Os autores explicam como o mercado atual funciona e mostram que vários canais de marketing já estão saturados, ou seja, já se tornaram um lugar-comum. Um exemplo é o Facebook, que atualmente é o “arroz com feijão” das redes sociais.

Ao invés de apostar em soluções de marketing que já foram muito exploradas, o livro oferece uma lista com 19 canais alternativos, porém igualmente – ou até mais – eficientes. Além dos 19 canais o livro sugere uma metodologia de testes: escolha 3 canais de tração, e teste-os medindo os resultados obtidos (custo por lead, custo por cliente, etc.). A principal sacada nessa metodologia de testes é avaliar os 3 canais sob dois critérios: grau de estagnação e velocidade de resultados. Quanto menos utilizado, menos estagnado melhor o canal, assim como quanto mais rápidos os resultados mais pontuação o canal leva.

Canais de marketing alternativos

É interessante observar que, ao longo dos últimos anos, alguns canais de marketing que antes eram considerados tradicionais passaram a ser alternativos. Isso aconteceu porque, com a explosão do marketing digital, recursos como blogs famosos, banners em websites, e links patrocinados passaram a ser muito presentes. Afinal, eles são acessíveis, de baixo custo e têm um amplo alcance. Ao mesmo tempo, uma campanha de marketing no PDV, por exemplo, passou a ser algo mais raro e – consequentemente – mais impactante.

Entre os canais de marketing alternativos que uma startup pode explorar, estão os anúncios impressos (em revistas de nicho), relações públicas incomuns, ações em parceria com outras empresas (especialmente em negócios B2B), e a criação de uma comunidade de clientes que realmente prezam pela marca (o que vemos em empresas como Starbucks, Apple, e Harley Davidson).

Sim, essas são ações que demandam um certo investimento e estrutura. Se a startup ainda não tiver as condições necessárias para executá-las, ainda é possível escapar dos canais saturados de outras maneiras. Por exemplo: além de investir em simples anúncios no Facebook, utilize outras redes sociais, como o LinkedIn ou Twitter, conheça mais sobre marketing em mecanismos de busca, e tente trabalhar com marketing de conteúdo.

Estratégia para um marketing de sucesso

O sucesso no marketing para startups não depende do acaso. Já vimos a importância de escolher os melhores canais, e essa escolha pode ser feita de maneira empírica – ou seja, selecionando algumas opções e realizando testes. Como cada empresa possui seu próprio perfil e um público particular, não basta imitar as escolhas de outra para alcançar sucesso no marketing.

Além disso, é preciso ter uma estratégia bem planejada. Esse planejamento define, basicamente: a mensagem que será comunicada aos clientes, o modo como ela será construída, e o momento certo de colocá-la “no ar”. Por exemplo: se uma startup pretende lançar seu produto no mercado, é preciso definir como ele será apresentado e qual a melhor época do ano para isso. Algumas vezes, vale a pena esperar mais para obter o resultado desejado.

Uma boa estratégia de marketing para startups estabelece metas e prazos. É importante que essas metas sejam facilmente mensuráveis – adquirir 10% mais clientes no mês de novembro, por exemplo – e também que os prazos sejam razoáveis. O constante acompanhamento será um importante aliado para o cumprimento desta estratégia.

Como fazer um marketing melhor

Existem muitos gurus do mercado que podem fazer listas intermináveis sobre dicas de marketing para startups. Aqui, nós vamos listar apenas três que sua startup precisa adotar hoje mesmo e que vão deixar seu negócio mais próximo do sucesso.

Estude muito

O marketing é possivelmente a área mais dinâmica dentro de uma empresa. A cada dia surgem novos recursos e técnicas mais inovadoras. Por isso, é importante acompanhar as novidades, continuar lendo a respeito do assunto, participar de cursos e treinamentos voltados para o mercado B2B e B2C, e não ter medo de experimentar. O departamento de marketing da sua startup deve ser um laboratório, sempre testando novas possibilidades. Se você conseguir fazer experimentos suficientes, estará destinado a encontrar a resposta certa cedo ou tarde.

Seja veloz nas ações

Sim, nesse post nós dissemos que vale a pena esperar mais para obter o resultado desejado com o lançamento de um produto. Mas não vale a pena esperar “demais” para realizar ações. É importante aproveitar as oportunidades quando elas aparecem, exatamente por que o marketing é muito influenciado pelo “timing” certo. Ou seja: se você puder tirar vantagem de algum evento atual e imediatamente relacioná-lo à sua marca, não hesite muito.

Invista em consultoria com profissionais de marketing experientes 

Embora o marketing seja dinâmico, pessoas que já trabalham na área há mais tempo desenvolvem habilidades analíticas e uma intuição sem preço. Eles podem ser grandes aliados na hora de desenvolver a estratégia, conforme mencionamos. Mesmo para uma startup que ainda não tem muitos recursos, este é um investimento que vale a pena e tem retorno garantido.

Viddheo

A Viddheo é uma ferramenta de comunicação para times de Inside Sales. Com ela, empresas de Software podem fazer demonstrações remotas incríveis, direto do navegador de internet e sem nenhum tipo de instalação.

Leave a reply