3 dicas para aumentar o tráfego orgânico de seu site sem Link Building

3 dicas para aumentar o tráfego orgânico de seu site sem Link Building

Todos sabem que Link Building faz uma grande diferença no posicionamento dos sites nos resultados orgânicos de buscadores como Google, Yahoo e Bing.

Muitas vezes isso é feito naturalmente: o próprio usuário percebe a relevância do conteúdo de uma página e decide compartilhar na internet. Entretanto, há situações em que isso ocorre de forma produzida e o resultado acaba sendo negativo. Pensando nisso, selecionei três dicas básicas e fáceis de implementar, que acabam sendo subutilizadas nas estratégias de SEO.

1) Melhore a experiência do usuário

Os sites de baixa qualidade vêm sofrendo com o Google, desde a atualização denominada Panda. Ter uma landing page otimizada e com conteúdo relevante ao termo buscado é importante, mas pouco vale se o usuário não tiver uma boa experiência ao chegar na página.

Você deve se perguntar: Como o Google define se tal página oferece ou não uma boa experiência ao usuário? É simples. O Google analisa o percentual de pessoas que clicam em um link no resultado de pesquisa, acessam o site e que, em um curto período de tempo, retornam ao mesmo resultado de pesquisa. Isso leva a crer que o usuário não encontrou o que procurava no site ou não teve uma boa experiência.

Muitos (assim como eu) acreditam que diminuindo esse retorno do usuário à página de pesquisa do Google, o site pode ganhar posições frente aos concorrentes para o termo pesquisado e até mesmo para outros termos que ativam a determinada landing page.

Para isso, é importante trabalhar a forma com que o conteúdo está disponível. Lembre-se que conteúdo não precisa ser somente texto. Insira imagens, vídeos, avaliações de outros usuários. Ofereça serviços adicionais!

Por exemplo: se o seu site é de viagens, tenha a cotação das principais moedas, a temperatura em determinados destinos ou orientações para tirar passaporte e visto. Além disso, é essencial que sua página tenha um call to action claro e bem definido.

Sua meta é fazer com que o usuário continue navegando pelo site ou que pelo menos ele não volte para a página de resultados do buscador. Considere o tipo de pesquisa e direcione seus esforços na landing page para esta finalidade. Nem sempre o usuário está buscando a conversão imediata, então identifique o momento dele e ofereça o que precisa.

2) Melhore o tempo de carregamento do seu site

A otimização da velocidade de carregamento do site é um dos critérios que garantem uma posição melhor na Search Engine Results Page (SERP). O próprio Google confirmou isso, o que é raro.

Verifique o tempo de resposta do seu servidor versus o de seu concorrente e acompanhe o tempo de carregamento total da página. Com isso, você melhora a experiência do usuário como um todo e não somente dos que acessam seu site via trafego orgânico.

Há algumas formas de melhorar o tempo de carregamento do seu site. Uma delas é comprimir as imagens, buscando o ponto de equilíbrio entre peso do arquivo e qualidade da imagem. Outra alternativa é diminuir o peso do arquivo HTML.

Compactar seu código com o Gzip é um bom começo, mas sempre vale a pena dar uma olhada no próprio código fonte, que deve ser o mais enxuto possível, sem espaços em branco, que juntos podem somar alguns KBs.

Usar arquivos externos, tanto para CSS quanto para JavaScript, também é útil. Dessa forma, faz-se o cache desses arquivos e eles não precisam ser carregados a todo momento. Por fim, sugiro usar PageSpeed Insights. Basta inserir uma URL e a ferramenta irá listar uma série de itens que podem ser otimizados, com o objetivo de melhorar o tempo de carregamento da sua página.

3) Otimize o Snippet (Descrição do site na SERP)

Para começar, altere qualquer meta description que esteja duplicada entre as páginas do seu site, pois os buscadores consideram isso algo negativo. O Google não trabalha mais com limite de caracteres para o título e sim a largura em pixels. Ainda assim, mirar entre 60 e 80 caracteres é uma boa opção. Seja descritivo e instigue o usuário a clicar no seu resultado, assim como fazem em links patrocinados.

Utilize também rich snippets para dar mais destaque, sempre que possível. Essas ações irão aumentar o seu CTR, o que ajuda a conquistar posições melhores e também a gerar um tráfego maior para o seu site.

Enfim, no dia a dia do SEO ficamos focados em trabalhar itens mais complexos e os básicos, como a experiência de navegação e o tempo de carregamento do site, muitas vezes passam despercebidos. Siga essas três dicas e acompanhe a evolução do seu tráfego orgânico. Você não irá se arrepender!

Denis Casita

Profissional graduado em Administração para Internet pela FIAP. Possui especializações na área de Marketing Online, Análise e Planejamento Financeiro, Técnicas de Feedback e Liderança pela FIA. Finalista do prêmio Digitalks na categoria melhor profissional de Links Patrocinados do Brasil - 2014.

Related Posts
Leave a reply