Bert: como esse novo recurso do Google deixará sua busca muito melhor

Bert: como esse novo recurso do Google deixará sua busca muito melhor

Google começou a colocar em prática uma nova linguagem que pode mudar a forma como as respostas são mostradas em seu mecanismo de buscas. Atualmente, a plataforma usa um sistema que leva em conta basicamente as palavras-chave, mas, agora, ela também pode passar a considerar a sequência e contexto delas em uma frase.

A nova linguagem se chama Bert, sigla para Bidirectional Encoder Representations From Transformers. Em termos simples, isso significa que o Google passa a levar em conta outros fatores para entregar os resultados.

Em evento nos Estados Unidos, a empresa explicou a mudança com um exemplo. Vamos supor que alguém procure pela frase: “pegar remédio com prescrição para outra pessoa”. É bem provável que o usuário queira saber se há problema em comprar um medicamento prescrito sem a necessidade da presença do paciente.

Exemplo de busca por pegar remédio para outra pessoa (Foto: Divulgação/Google)

Atualmente, plataforma utiliza processamento de linguagem natural. Ou seja, nessa busca, vai escolher palavras-chave como “remédio” e “prescrição”, ignorando todo o contexto da dúvida. Assim, as respostas serão sobre como fazer um pedido ou quais remédios exigem prescrição.

Com o Bert, a sequência das palavras, incluindo as não-chaves, seriam levadas em conta. Assim, o Google teria capacidade de entender que o usuário quer saber se é possível pegar o remédio para outra pessoa.

Outro exemplo apresentado pela companhia é para a busca da frase “quantos anos a Taylor Swift tinha quando Kanye a interrompeu”. A ideia aqui é mostrar que antes o Google buscaria pelos nomes dos dois artistas e entregaria uma reportagem mostrando que Kanye entrou no palco no MTV VMA e interrompeu a cantora, sem revelar a idade.

Com o Bert, como a pergunta “quanto anos” aparece primeiro na frase, então, o Google passa a trazer respostas que enfatizam que a cantora tinha 19 anos na época. É a posição das palavras que faz a diferença agora.

O que muda para o usuário? 

Segundo a Google, somente uma a cada 10 pesquisas podem ser modificadas com a adição do Bert. Ou seja, muita gente não vai nem perceber que algo está diferente. Contudo, estamos falando de uma escala de bilhões de buscas por mês, sendo que 10% ainda são milhões de resultados.

Até o momento, o sistema funciona somente em inglês para buscas nos Estados Unidos. A mudança também vai impactar outras plataformas da Google como o Maps e o YouTube.

A expectativa é de que isso também gere mais tráfego dentro do buscador. Segundo a empresa, para os sites de nicho, a mudança pode atrair mais gente. Ainda não há previsão de quando o serviço pode chegar a outros países.

Esse conteúdo foi publicado originalmente em:
https://canaltech.com.br/internet/google-faz-mudanca-grande-em-sistema-de-busca-com-contexto-153547/

superstorm

Related Posts
Leave a reply