Comunicação Interna: Saiba por onde começar

Comunicação Interna: Saiba por onde começar

A comunicação interna, segundo Gerson Bonani, chefe da assessoria de comunicação social da Anac, é o meio que assegura que as informações de uma instituição cheguem a seus colaboradores. Embora haja pontos em comum com o endomarketing a diferença entre as duas práticas está na Comunicação Interna ser formada pelo conjunto de canais promotores de diálogo e propagação de informes, notícias e atualizações da organização, e o endomarketing trabalhar o incentivo e a interação entre colaboradores e empresa.

Ciente desta singularidade, se você não possui nenhuma das duas práticas, para iniciar um projeto de comunicação interna o ideal é montar um projeto a partir das necessidades internas, demandadas pelo seu público alvo, ou seja, seus colaboradores.

O primeiro passo indicado por Ivone Santana, diretora do Instituo Modo Parites, é produzir uma pesquisa interna e observar onde estão os gaps de comunicação. A partir destas percepções traça-se um plano de ações que irão suturar estes espaços; o segundo passo é  buscar que tipos de ferramentas vão contemplar as necessidades expostas pela sua equipe.

Em geral, as ferramentas utilizadas são:

Por onde começar a comunicação interna

Confira os dados sobre a eficiência das ferramentas na pesquisa: O perfil do Comunicador Interno no Brasil

Implantação

Cada ferramenta possui singularidades adequadas à necessidades específicas, que variam desde formato de publicação, interação até localização geográfica.

Por exemplo, ao optar por uma Plataforma Social de Comunicação não há limitantes geográficos, uma vez que o software funciona pela internet, porém neste caso, a falta deste recurso, computadores ou smarthphones inibem a utilização do produto.

Já se a opção for por mural; onde eles serão instalados é muito importante, pois de nada adianta aplicar a ferramenta onde há baixo fluxo de pessoas ou em locais encobertos por algum objeto, portas ou falta de iluminação.

Entenda mais sobre as ferramentas de comunicação e como aplicá-las: 6 ferramentas de Comunicação Interna

Por onde começar a comunicação interna

Endomarketing X Comunicação Interna: engajamento além das ferramentas

As ferramentas citadas acima são importantes aliadas na disseminação da cultura da empresa e principalmente para vender o ‘peixe’ aos colaboradores. Contudo aqui vai-se um pouco além. Segundo Viviane Mansi, gerente global de comunicação interna da Votorantim Cimentos, hoje é preciso pensar além das diferenças do Endomarketing e da Comunicação Interna. Para ela, o que de fato importa é o objetivo final do que é oferecido às pessoas. Isto é: o discurso exposto nas campanhas de CI ou endomarketing está alinhado ao que se pratica na empresa.

Este delineamento é importante, pois de nada adianta ter ferramentas de comunicação em pleno funcionamento, mas o que se pratica na empresa destoa do que é comunicado. Cíntia Guimarães, especialista em Comunicação Interna, exemplifica: “fala-se que a empresa não é hierarquizada, mas no estacionamento há vagas reservadas para diretores. Ai você se questiona, como não é hierarquizada?”.

Por esta lógica, a ideia de se ter ferramentas que auxiliem na Comunicação Interna é para que elas melhorem o fluxo de informações e diálogo dentro da organização, construindo relações de confiança entre colaboradores e empresa. Esta conexão irá, consequentemente, desaguar no engajamento. É algo orgânico.

França

Jornalista, pós graduado em cinema e mestrando em Literatura.

Related Posts
Leave a reply